EXAMES • ELETRONEUROMIOGRAFIA

A Eletroneuromiografia (ENMG) é o exame que estuda o nervo desde a saída da medula ou cérebro e todo seu caminho até chegar aos músculos. Esse trajeto é chamado de Unidade Motora. Portanto, esse exame consegue diagnosticar doenças que afetem os nervos, a junção mioneural (encontro entre o nervo e o músculo) e também os músculos.”

COMO É FEITO?

O aparelho Eletroneuromiógrafo registra as trocas elétricas dentro das células e converte esses sinais em gráficos e tabelas, que aparecem na tela do aparelho.

O exame é dividido em duas partes:

Neurocondução Sensorial e Motora: são dados estímulos elétricos leves e suportáveis na pele do paciente para justamente avaliar “como” estes nervos estão levando as informações.

Miografia: é o estudo do músculo através de um eletrodo de agulha. Avalia “como” os músculos estão funcionando no repouso e na contração muscular e “como” está a relação entre nervo e músculo.

Essas duas partes são consideradas interdependentes e indissociáveis e são a rotina básica da ENMG. Algumas suspeitas de doenças específicas requerem outros testes.

Em quais locais do corpo pode-se fazer o exame?

A ENMG pode estudar praticamente qualquer local do corpo a depender da suspeita clínica: face, pescoço, membros superiores e inferiores, perineal.

Qual o tempo ideal para pedir?

Devido a mecanismos fisiológicos de degeneração dos nervos, existe um intervalo de tempo ideal para solicitação do exame. Pede-se ENMG após 2 ou 3 semanas do início dos sintomas. Existem exceções, como em Paralisia Facial Periférica e Síndrome de Guillain-Barré, em que a ENMG pode ser feita antes.

SOLICITE O AGENDAMENTO DO SEU EXAME