ESPECIALIDADES • GERIATRIA

Neque porro quisquam est qui dolorem ipsum quia dolor sit amet, consectetur, adipisci velit Lorem psum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

É POSSÍVEL ENVELHECER COM MAIS QUALIDADE

Você sabia que a partir dos 30 anos todo ser humano começa a envelhecer e a perder 1% de sua capacidade funcional por ano? E que até hoje a ciência não descobriu comprovadamente nada para interromper a ação do tempo? A verdade é que todos nós vamos envelhecer. Mas, com cuidado, podemos envelhecer mais devagar e com saúde.

Para quem não sabe, a geriatria é a especialidade que trata do idoso e de suas doenças. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, considera-se idoso o indivíduo com 60 anos de idade ou mais. É um paciente mais frágil e tudo o que ele tem é mais complicado e difícil de ser tratado. Por isso, tem se tornado cada vez mais freqüente a procura do geriatra antes dessa idade para fazer prevenção e assim chegar a velhice com uma saúde mais equilibrada.

Além das doenças crônicas como pressão alta e diabetes, que comprometem a saúde, cinco grandes males atingem os idosos: imobilidade (dificuldade de se movimentar); insuficiência cognitiva (falta de memória); iatrogenia (efeitos adversos dos medicamentos tomados); instabilidade (perda de equilíbrio) e incontinência urinária.

Para viver melhor com esses problemas que, mais cedo ou mais tarde, em maior ou menor grau, atingirão a todos, é preciso, desde cedo, ter qualidade de vida. Além de consultar periodicamente um profissional médico para fazer exames de rotina e assim detectar e tratar precocemente as doenças é preciso adotar cuidados, como: fazer atividade física, no mínimo, três vezes por semana; manter uma dieta equilibrada, rica e diversificada (diminuir o consumo de gorduras e evitar frituras e refrigerantes); ter uma atividade intelectual constante; reduzir o estresse; ter boa qualidade de sono e usar filtro solar diariamente. Na terceira idade, é importante também vacinar-se contra a gripe e a pneumonia.

O geriatra deve ser consultado mesmo por quem já passa por vários especialistas. Enquanto cada profissional olha o paciente segundo sua “especialidade”, o geriatra cuida do idoso como um todo, assim como o pediatra cuida da criança. Ele acompanha e otimiza o tratamento, reduzindo quando possível, o número de medicamentos ingeridos de forma a evitar a interação e os efeitos colaterais, promovendo maior qualidade de vida.